Registro de ponto móvel: como acompanhar o trabalho externo?

Aplicativo de registro de ponto no celular é ótimo para acompanhar a jornada de profissionais externos

Com a reforma trabalhista, estão disponíveis novos formatos de contratação, como o home office. Outras empresas têm times externos de suporte técnico, por exemplo. Sabe o que elas todas têm em comum? O desafio de cuidar da jornada de trabalho de colaboradores externos.

A melhor maneira de saber se a equipe está cumprindo os horários é o uso do registro de ponto móvel. Não é uma questão de controlar o funcionário. Acompanhar a pontualidade e a presença é importante para entender se a empresa está ou não cumprindo o que foi prometido para o cliente.

Como funciona a gestão à distância com o ponto móvel?

O ponto eletrônico móvel serve para a coleta, acompanhamento e tratamento da jornada de trabalho dos colaboradores remotos, que não atuam na sede ou filiais da empresa. Portanto, a aplicação precisa funcionar em qualquer lugar onde o profissional estiver.

Ou seja, é como se cada funcionário tivesse um relógio de ponto virtual consigo. Como isso é possível? Os aplicativos de registro de ponto no telefone celular ou tablet são uma das opções mais populares para esse fim… mas não são a única alternativa.

Quais empresas podem usar o ponto móvel para as marcações de entrada e saída?

O ponto móvel é uma excelente ferramenta empresários e gestores que têm equipes em trabalho externo ou trabalho remoto. Afinal, o teletrabalho é uma tendência que contribui, inclusive, para a atração e retenção de talentos.

Mas quem pode usar o ponto móvel? Qualquer empresa que assina carteira de trabalho (CTPS), ou seja, que tenha vínculo empregatício:

  • Agências que permitem trabalhar em casa;
  • Consultorias com atividades externas e deslocamentos;
  • Serviços de terceirização que atuam no cliente;
  • Times de suporte técnico externo, manutenção, etc;
  • Equipes de campo de minas e energia.

O mais legal de usar esses sistemas de registro de ponto é que é possível fazer a gestão de equipes sem o assédio dos chats e ligações. O SaaS faz a conferência automaticamente, sem a intervenção do gestor.

Quais as vantagens de implantar o ponto móvel?

  • Fica muito mais fácil reunir as informações ligadas à jornada de trabalho do time.
  • A digitação e a conferência manual de planilhas deixa de consumir o tempo dos gestores.
  • A relação com o colaborador fica bem mais transparente.

O trabalho externo é contabilizado corretamente

Os funcionários ficam mais confiantes com a transparência proporcionada pelo ponto eletrônico. Os colaboradores deixam de depender do RH. O portal do colaborador My Ahgora, por exemplo, permite fazer justificativas e anexar documentos.  Além do espelho de ponto e banco de horas, podem acessar o holerite (contracheque) online.

O ponto móvel otimiza o trabalho do DP

O Recursos Humanos passa a receber informações em tempo real. Não é preciso ‘garimpar’ os registros e documentos da jornada de trabalho. Como tudo está disponível online desde o momento da marcação de ponto, elimina-se a necessidade de intermediários… ninguém  faz a busca dos registros em lojas ou filiais distantes.

O Departamento Pessoal fecha a folha em bem menos tempo – sem plantões no final do mês. O ponto móvel é eletrônico e, por isso, reduz drasticamente as inconsistências nos registros. As vantagens acumulam: a automação previne contra erros de cálculo.

Outra vantagem: previsibilidade de caixa. O saldo de horas é apurado a cada marcação. Assim, dá para ajustar escalas de folgas antes de acumular horas extras.

A equipe de tecnologia da informação pode ficar tranquila

A área de TI visa a segurança e integridade dos dados da empresa, especialmente com a LGPD. Um sistema de ponto móvel contribui para isso sem onerar o time de TI, nem exigir grandes investimentos em  infraestrutura.

Isso porque o ponto móvel é um SaaS (Software como Serviço) – ou seja, um serviço por assinatura – que utiliza computação em nuvem. Alguns critérios de seleção do fornecedor: servidores com disaster recovery e em conformidade com ISO 27001, PCI (Security Standards Council) e SOC (Security Operations Center), como os da Ahgora.

Como é feito o registro de ponto de colaboradores externos?

Para o colaborador, o processo é super intuitivo. Existem relógios móveis (como o Ah30Lite, da Ahgora) e aplicativos iOS e Android. O primeiro tipo lê a digital. O segundo funciona como um selfie, é só apontar a câmera que o app faz o reconhecimento facial.

Isso significa que é possível confiar na fidelidade da informação. Como estes sistemas de coleta de ponto têm o respaldo da Portaria 373/11 do MTE, a segurança jurídica é uma vantagem importante.

Todas as informações coletadas são guardadas em servidores seguros, na nuvem (cloud) por 7 anos. Além de ficar mais transparente para o colaborador e para a empresa, serve de prova no caso de processos trabalhistas.

Opções de ponto móvel que você precisa conhecer

Dá para mais de um profissional compartilhar o mesmo dispositivo. Por isso, é acessível mesmo caso a empresa queira economizar.

Ahgora Multi

O Ahgora Multi é um aplicativo de registro de ponto que pode ser instalado em tablets ou smartphones. O aplicativo usa a câmera para fazer reconhecimento facial. Assim, o registro do ponto é confiável, pessoal e intransferível. No momento da batida, o sistema ainda registra a localização do colaborador – excelente para times de campo.

Ahgora Batida Online

É possível fazer o registro da jornada de trabalho diretamente pelo computador, nos IPs autorizados pela empresa. É possível adicionar um leitor biométrico na entrada USB para aumentar a segurança. É perfeito para trabalhar home office, com escritório em casa.

Agora você já tem mais clareza sobre o ponto móvel e conhece algumas aplicações. Que tal simplificar a gestão de pessoas aí na sua empresa? Solicite uma demonstração e tire todas as suas dúvidas.

Registro de ponto móvel: como acompanhar o trabalho externo?

Registro de ponto móvel: como acompanhar o trabalho externo?

5 minutos Com a reforma trabalhista, estão disponíveis novos formatos de contratação, como o home office. Outras empresas têm times externos de suporte técnico, por exemplo. Sabe o que elas todas têm em comum? O desafio de cuidar da jornada de trabalho de colaboradores externos. A melhor maneira de saber se a equipe está cumprindo os horários é o uso do registro de ponto móvel. Não é uma questão de controlar o funcionário. Acompanhar a pontualidade e a presença é importante para entender se Continue lendo

Portaria 373 do MTE: Sistemas alternativos de ponto eletrônico

Portaria 373 do MTE: Sistemas alternativos de ponto eletrônico

6 minutos Você já deve saber que todas as empresas são obrigadas por lei a controlar a jornada de trabalho. Em outras palavras: o RH/DP deve acompanhar as horas de trabalho dos funcionários para não haver excessos. Mas você sabe como esse controle deve ser feito? A Portaria 373 do Ministério do Trabalho regula os sistemas de registro de ponto. O que é essa tal de Portaria 373/MTE? Desde 2009, as empresas com mais de 10 funcionários devem fazer o registro de ponto eletrônico Continue lendo

Turnover: o que é e qual o impacto na empresa?

Turnover: o que é e qual o impacto na empresa?

5 minutos Turnover é a palavra usada para se referir à taxa de rotatividade de funcionários em uma empresa. É verdade que o turnover pode sinalizar que a gestão de pessoas não vai bem e há perda de talentos importantes. Mas ele também pode indicar que a empresa está crescendo. Descubra o caso da sua empresa neste post. Se preferir, você também pode ouvir o post. É só clicar no player. Turnover é bom ou ruim? Cada vez que um colaborador é desligado da Continue lendo

A Convenção Coletiva de Trabalho é importante? Por quê?

A Convenção Coletiva de Trabalho é importante? Por quê?

4 minutos A Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) gera dúvidas para quem não é especialista no assunto. Não se preocupe: a Ahgora descomplica. Se preferir, você também pode ouvir o post. É só clicar no player. O que é a Convenção Coletiva de Trabalho? A legislação trabalhista prevê uma série de direitos e deveres na relação entre empresa e colaborador. Entre elas está a possibilidade de adaptar as regras através de negociações com sindicatos. Este acordo é formalizado por meio da Convenção Coletiva de Continue lendo

Como reduzir custos com horas extras na gestão pública?

Como reduzir custos com horas extras na gestão pública?

5 minutos   Você sabia que o Brasil está entre os países que mais gastam com o funcionalismo público? Cerca de 13,1% do PIB brasileiro é destinado aos servidores públicos. Na França esse percentual é de 12,9%, e em Portugal 11,3%. Os dados são do Banco Mundial e foram divulgados em reportagem da Folha de S. Paulo. O desafio dos gestores públicos é como reduzir custos com horas extras e enxugar a folha de pagamento no serviço público, sem reduzir a qualidade de atendimento. Continue lendo

Segurança nos acessos em escolas e faculdades, um assunto que pede atenção

Segurança nos acessos em escolas e faculdades, um assunto que pede atenção

5 minutos Você acredita que escolas e universidades são ambientes seguros? Em 2019, a Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, foi palco de um massacre que tirou a vida de oito pessoas e deixou 11 feridos (depois disso os autores tiraram a própria vida). O fato reacendeu o debate sobre a segurança nas escolas. A vulnerabilidade de escolas e universidades é um assunto que requer mais atenção. Principalmente, pelo fato de já existirem alternativas eficientes para o controle de acesso de pessoas a Continue lendo

Como engajar os colaboradores na gestão da sua empresa

Como engajar os colaboradores na gestão da sua empresa

4 minutos Um estudo da consultoria Gallup mediu o engajamento dos colaboradores em 142 países e identificou que, no Brasil, apenas  27% dos profissionais estão realmente engajados. Se a maioria dos colaboradores está desengajado, isso impacta diretamente a produtividade e a lucratividade das organizações. É  imprescindível para qualquer gestor estar atento aos sinais e aprender sobre como agir rápido para engajar os colaboradores. O que sua empresa precisa para melhorar o engajamento?    Você sabia que atualmente a geração Y, também chamada de millennials Continue lendo

Gestão de escalas de trabalho: 3 práticas para facilitar a rotina

Gestão de escalas de trabalho: 3 práticas para facilitar a rotina

5 minutos A gestão de escalas de trabalho está entre as tarefas mais desafiadoras enfrentadas tanto pelo Recursos Humanos quanto pelo gestor de equipes. Estar atento ao limite de horas extras, interjornadas, intrajornadas… a lista de pontos de atenção é infindável. Pequenas equipes sofrem menos com essa questão, por concentrar um número menor de colaboradores, o que facilita a comunicação e a gestão do RH. Mas equipes maiores, a partir do médio e grande porte, começam a apresentar dificuldades consideráveis em relação à gestão Continue lendo

Employee experience: o que é e porque investir nesse conceito

Employee experience: o que é e porque investir nesse conceito

4 minutos Employee experience é a construção de todas as experiências vividas pelo colaborador dentro de uma empresa ou em sua jornada profissional. As situações positivas e negativas que ele viveu naquele ambiente vão determinar como são seus resultados dentro da empresa. Isso contribui para: o aumento das vendas, efetividade nas entregas o crescimento do negócio melhora na qualidade do atendimento O foco das empresas tem sido o de proporcionar a melhor experiência para os seus clientes, porém é impossível alcançar esse objetivo se Continue lendo